Leve a EMME para sua escola!
O que você tem interesse em levar para sua escola?

Copyright © 2019 Portal EMME

  • Facebook
  • Instagram

EMME - MARKETING EDUCACIONAL

  • José Francisco - Chico

Como fazer a comunidade escolar participar do marketing?

O fazer bem feito inclui o envolvimento de todos e, para isso, é necessário organização, planejamento e comunicação permanente.


Para que o projeto de marketing de sua escola tenha sucesso, é indispensável a participação efetiva de toda a comunidade escolar. Aí reside a diferença entre fazer e fazer bem feito. O fazer bem feito inclui o envolvimento de todos e, para isso, é necessário que haja organização, planejamento e comunicação permanente.


Quando falamos da comunidade escolar estamos nos referindo a todas as pessoas que participam do dia a dia da escola: diretores, coordenadores, professores, funcionários, alunos, pais e responsáveis pelos alunos. Confira a seguir algumas sugestões para que isso aconteça.


Envolvendo a comunidade escolar


Diretores e coordenadores

A maioria das ações de marketing envolve a área pedagógica, direta ou indiretamente, portanto, a participação dos diretores e coordenadores é fundamental.


Para que essa participação seja eficiente, é necessário que o projeto de marketing seja feito em parceria com o planejamento pedagógico. Um requisito importante é a adoção de um calendário unificado. Dessa forma, o diretor ou coordenador pode organizar seu dia a dia e, ao mesmo tempo, dar a atenção necessária às ações de marketing que envolvem colaboradores, pais e alunos. O que não se pode fazer é transformar o importante em urgente e deixar que o urgente crie complicações ao funcionamento da escola.



Sugerimos que a escola deixe uma pessoa responsável para receber os comunicados e boletins que enviamos e tenha a função de distribuir as informações relevantes a cada profissional das diferentes áreas envolvidas com o marketing, principalmente aos diretores e coordenadores.



Professores e funcionários

O primeiro passo para o envolvimento de professores e funcionários com o projeto de marketing é conscientizá-los que o principal marketing da escola está na qualidade dos serviços oferecidos e nos relacionamentos desenvolvidos na sala de aula, nos pátios e no atendimento a pais e responsáveis. Nenhuma escola sobrevive se essa função não for bem executada.


O segundo passo é o compartilhamento de informações. Professores e funcionários precisam saber o que a escola está planejando para os eventos e ações, como podem participar deles e quais os resultados esperados.


Uma sugestão é criar um boletim mensal com essas informações e abrir espaço nas reuniões pedagógicas e administrativas para apresentar os resultados e colher sugestões.


Um importante veículo de comunicação é o mural interno da sala de professores.


Normalmente, eles estão abarrotados de calendários, horários de aulas ou propagandas. Que tal reservar um espaço para divulgar as ações de marketing, os resultados de matrículas e rematrículas e outras informações relevantes?


O terceiro passo é dividir com os professores e funcionários a responsabilidade da divulgação das ações e estratégias de marketing. Aproveite as reuniões pedagógicas para valorizar a importância deles nesse processo e conscientizá-los de que esse deve ser um trabalho de todos.


Os professores e funcionários podem ser excelentes divulgadores da escola, tanto para o público interno quanto para o público externo. Por conhecerem muitas pessoas e, normalmente, responderem a diversas dúvidas relativas à educação (principalmente sobre sua escola), são peças-chaves na construção da imagem da instituição e no sucesso das ações de marketing.


Uma sugestão: os funcionários de empresas de outras áreas sempre possuem um cartão de visitas corporativo, com seu nome, cargo, logotipo e dados para contatos profissionais. Por que não adotar a mesma medida para professores e funcionários da escola?


O envolvimento de alunos e pais é fundamental para a escola


Alunos

Já dizia José Abelardo Barbosa de Medeiros, o Chacrinha: “Quem não se comunica, se trumbica!” O sucesso de grande parte das ações de marketing depende do envolvimento dos alunos. Para isso, é indispensável uma comunicação constante e planejada.


Não dá para esperar muito de uma ação (digamos, a Festa do Dia das Mães), se a comunicação com os alunos for resumida a um recadinho dado pelo coordenador depois do intervalo. É preciso criar o clima com antecedência, preparar a escola, sugerir atividades relacionadas ou não ao conteúdo do material didático, explicar detalhadamente (e mais de uma vez) como será o evento, pedir sugestões, organizar grupos de trabalhos e dividir responsabilidades.


Aproveite o mural destinado aos alunos para isso; peça aos professores e funcionários para falar insistentemente sobre a ação com os alunos; enfim, faça com que eles participem ao máximo, desde a elaboração até a execução.


Na Campanha de Matrículas, por exemplo, apresente a campanha publicitária internamente, discuta com os alunos os diferenciais que serão explorados. Se esse trabalho for bem feito, pode funcionar até mesmo com as crianças da Educação Infantil.


Pais e responsáveis

Todos dizem que a melhor propaganda de uma escola é o boca a boca. Os pais e responsáveis são os principais meios de fazer essa estratégia funcionar. Não podemos deixar que os diferenciais da escola sejam comunicados aos pais e responsáveis exclusivamente pelos alunos.


Há quem acredite que pais e responsáveis têm conhecimento de tudo o que se realiza na escola – atividades esportivas, artísticas e culturais, eventos e palestras, resultados obtidos pelos alunos em olimpíadas e vestibulares, projetos desenvolvidos, utilização do espaço fora de sala de aula, ações de marketing, mas isso nem sempre atinge a totalidade dos pais.


O ideal é criar mecanismos periódicos de divulgação da escola, com fotos e pequenos textos, por exemplo: que tal enviar um e-mail mensal com um boletim sobre tudo o que aconteceu na escola naquele mês?


Não deixe de valorizar as datas comemorativas, tais como Páscoa, Dia da Mulher, Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia dos Avós, Natal e Ano Novo. São oportunidades imperdíveis para estreitar o relacionamento com as famílias.


E aí? Tá gostando de nosso conteúdo? De onde veio esse tem muito mais!


José Francisco (Chico) é palestrante, especialista em marketing educacional. Desde 1980, trabalhou em diversas áreas de escolas de Educação Básica até chegar ao Marketing. Há 22 anos trabalha no desenvolvimento de estratégias para Campanha de Matrículas. Em 2004 fundou a EMME, empresa especializada em Assessoria de Marketing Educacional.